08 fevereiro, 2015

Música para DEUS?


Uma música em que se fomenta, despeja, extravasa e exalta o triunfo pessoal, a desforra motivacional e o êxito revanchista diante de pessoas que oferecem apenas os espinhos que possuem; chamam de evangelho.

Já o amor que não mede esforços, que trata cada instante como sendo a última oportunidade de externar, gestuar e demonstrar de alguma forma ternura e carinho, chamam de secularismo, chamam de algo profano.

Continuem "crentes"! Continuem abastecendo essa momice e esse repugnante comércio gospel! Alienados plantonistas de "igrejas", deixa eu contar um segredinho para vocês: ninguém se faz participante da corrupção do mundo meramente por ouvir música secular, essa conceituação deriva de mais um surto do obscurantismo gospel e seus ensinos doidos e sandices; ou ainda, do interesse de "pastores" em promover o que é do gueto gospel, para extrair lucros com shows, eventos, etc; o cantor gospel cobra uma fortuna, e o "pastor", por sua vez, cobra um alto valor individual das ovelhinhas pacóvias, desassisadas e toleironas para prestigiarem a afamada celebridade em um espaço, galpão, ginásio ou similares. Entenderam ou preciso desenhar?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...